Vivências dos licenciandos em Química no Estágio: aproximações do campo de atuação

Sidilene Aquino de Farias, Luiz Henrique Ferreira

Resumo


O presente estudo teve por objetivo investigar como as atividades vivenciadas nas disciplinas relacionadas ao componente curricular Estágio tem contribuído na formação inicial de professores de
Química a partir da percepção dos licenciandos. Para tanto, os dados foram coletados em 12 Cursos de Licenciatura em Química de Instituições de Ensino Superior públicas, localizadas em cinco Estados da
Região Norte. Participaram da pesquisa 36 licenciandos formandos e/ou da primeira turma por meio de entrevista semiestruturada. Os resultados foram organizados para análise mediante a metodologia de
Análise do Conteúdo. Foi observado um total de onze categorias de atividades mencionadas pelos sujeitos da pesquisa. As mais frequentes nos relatos dos licenciandos foram observação de aulas e
elaboração e execução de aulas teóricas e práticas. Também foram mencionadas, em poucos cursos, atividades que abordam aspectos para além da atividade docente em sala aula, como reflexão acerca do
ambiente escolar.

Palavras-chave


Estágio Curricular. Formação Inicial. Química

Texto completo:

PDF