Análise crítica dos modelos presentes em livros didáticos de Química e as possibilidades de mediação do conhecimento científico na formação inicial de professores

Vinícius Catão de Assis Souza, Orlando Gomes de Aguiar Júnior

Resumo


O presente trabalho discutirá a análise critica de modelos utilizados em livros didáticos de Química e a importância do professor no processo de mediação do conhecimento, considerando as possíveis limitações e abrangências das várias representações utilizadas nas Ciências/Química. A questão de pesquisa discutida nesse trabalho será: Como os licenciandos em Química analisam as vantagens e as desvantagens na utilização dos modelos de ensino presentes em livros didáticos para explicar fenômenos das Ciências/Química? A pesquisa foi realizada com 25 estudantes de Instrumentação para o Ensino de Química II, disciplina oferecida para o sétimo período da licenciatura em Química da Universidade Federal de Viçosa. Os dados foram coletados através de materiais escritos e pelas filmagens das aulas, nos permitindo concluir que os modelos são ferramentas de mediação do conhecimento que necessitam ser criteriosamente discutidas nas salas de aulas, permitindo aos estudantes desenvolverem uma percepção crítica sobre os seus possíveis usos e limitações

Palavras-chave


Modelos. Mediação do Conhecimento. Formação de professores

Texto completo:

PDF