Trouillot, o Caribe e a antropologia

Marcelo Moura Mello, Rogério Brittes W. Pires

Resumo


Neste texto, Michel-Rolph Trouillot (1949-2012) procede a uma revisão bibliográfica crítica da produção caribeanista, focando, sobretudo, em trabalhos publicados em língua inglesa entre meados da década de 1970 e 1992. O ensaio se organiza em torno de três grandes temas e suas ramificações: heterogeneidade, historicidade e articulação, este último relativo à natureza e aos limites das unidades de observação ou de análise. No artigo, Trouillot trata tanto do Caribe, tal como visto pela antropologia, quanto da antropologia, tal como vista a partir do Caribe, e discute, também, a questão do estatuto epistemológico dos discursos nativos na disciplina.

Palavras-chave: teoria cultural - sociedades complexas - história - vozes nativas - unidades de análise.


A região do Caribe.
Uma fronteira aberta na teoria antropológica

Michel-Rolph Trouillot


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1981-1411aa.v0i58.27954

Apontamentos

  • Não há apontamentos.