Estratégias e influências das comunidades de muçulmanos e baneanes em Moçambique: um estudo através da legislação sobre a posse de escravos (1727-1752)

Guilherme Farrer

Resumo


Este artigo analisa as estratégias e a dinâmica de influência entre as comunidades de muçulmanos e baneanes em Moçambique através do estudo da legislação sobre a posse de escravos entre 1727 e 1752. Mostram-se indícios dos motivadores Índicos para a elaboração desta legislação e para sua revisão e questionamento – sobretudo um temor pela influência omanita em Moçambique –, concluindo-se pela compatibilidade da importância dos comerciantes muçulmanos e baneanes em suas reivindicações, a dependência econômica do papel destes pela esfera portuguesa, e a pouca eficácia na aplicação destas leis mesmo em locais onde a presença administrativa lusitana seria marcante, como era o caso da Ilha de Moçambique.

 


Palavras-chave


Palavras-chave: muçulmanos - baneanes - Moçambique.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Documentais

Provisão em forma de lei determinando as formas de comércio e manutenção de escravos, em Moçambique, pelos mouros. Goa: 175x. Código: 45270. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2018.

Correspondência ao Vice-Rei, 23/03/1746, Petição dos Baneanes, s/d, posterior a 31/10/1744, e resposta do Vice-Rei, 13/12/1746. In: CUNHA RIVARA, Joaquim Heliodoro da (Ed.). Archivo Portuguez Oriental. Nova Goa: Imprensa Nacional, 1875. Fascículo 6, suplemento. p. 467–469.

Provisão em Forma de Lei, 16/01/1727. In: CUNHA RIVARA, Joaquim Heliodoro da (Ed.). Archivo Portuguez Oriental. Nova Goa: Imprensa Nacional, 1875. Fascículo 6, suplemento. p. 286–287.

Provisão em Forma de Lei, 09/01/1728. In: CUNHA RIVARA, Joaquim Heliodoro da (Ed.). Archivo Portuguez Oriental. Nova Goa: Imprensa Nacional, 1875. Fascículo 6, suplemento. p. 301–303.

Provisão em Forma de Lei, 14/01/1730. In: CUNHA RIVARA, Joaquim Heliodoro da (Ed.). Archivo Portuguez Oriental. Nova Goa: Imprensa Nacional, 1875. Fascículo 6, suplemento. p. 326–327.

Referências Bibliográficas

ALPERS, Edward A. Gujarat and the trade of East Africa, c. 1500-1800. The International Journal of African Historical Studies, v. 9, n. 1, p. 22–44, 1976.

ALPERS, Edward A. Ivory and Slaves in East Central Africa. London: Heinemann Educational Books, 1975.

ALPERS, Edward A. The French Slave Trade in East Africa (1721-1810). Cahiers d’études africaines, v. 10, n. 37, p. 80–124, 1970.

ANTUNES, Luís Frederico Dias. A actividade da Companhia de Comércio dos Baneanes de Diu em Moçambique: a dinâmica privada indiana no quadro da economia estatal portuguesa (1686-1777). Mare Liberum: Revista de História dos Mares, n. 4, p. 143–164, 1992.

ANTUNES, Luís Frederico Dias. A Crise no Estado da Índia no Final do século XVII e a Criação das Companhias de Comércio das Índias Orientais e dos Baneanes de Diu. Mare Liberum: Revista de História dos Mares, n. 9, p. 19–29, 1995.

BEACH, David N. The Shona and their Neighbours. Oxford: Blackwell, 1994. CAPELA, José. Donas, Senhores e Escravos. Porto: Edições Afrontamento, 1995.

CAPELA, José. Donas, senhores e escravos. Porto: Edições Afrontamento, 1995.

ISAACMAN, Allen F. Mozambique: The Africanization of a European Institution: The Zambesi Prazos, 1750-1902. Madison: University of Wisconsin Press, 1972.

KUSIMBA, Chapurukha M. The Rise and Fall of Swahili States. London: Altamira Press, 1999.

LOBATO, Alexandre. Evolução Administrativa e Económica de Moçambique (1752-1763). Lisboa: Publicações Alfa, 1989.

MOTA, Thiago Henrique. A outra cor de Mafamede. Aspectos do islamismo da Guiné em três narrativas luso-africanas, (1594-1625). Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal Fluminense, 2014.

MUSCALU, Ivana Pansera de Oliveira. “Da boa guerra nasce a paz”: A expulsão dos portugueses do planalto do Zambeze – reino do Monomotapa, África Austral (1693-1695), Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, 2017.

NEWITT, Malyn. The Portuguese on the Zambezi: An historical interpretation of the prazo system. Journal of African History, v. 10, n. 1, pp. 67-85, 1969.

NEWITT, Malyn. The Early History of the Sultanate of Angoche. Journal of African History, v. 13, n. 3, p. 397–406, 1972.

NEWITT, Malyn. A History of Mozambique. Bloomington: Indiana University Press, 1995.

PEARSON, Michael N. Port cities and intruders – the Swahili coast, India and Portugal in the Early Modern Era. Baltimore: John Hopkins University Press, 1998.

PEARSON, Michael N. The Indian Ocean. London: Routledge, 2003.

RITA-FERREIRA, António. Fixação Portuguesa e História Pré-Colonial de Moçambique. Lisboa: Instituto de Investigação Científica Tropical, 1982.

RODRIGUES, Eugénia. Portugueses e Africanos nos Rios de Sena. Os Prazos da Coroa em Moçambique nos Séculos XVII e XVIII. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2011.

TAVARES, Célia Cristina. A Cristandade Insular: Jesuítas e Inquisidores em Goa (1540-1682), Tese (Doutorado) – Universidade Federal Fluminense, 2002.

WAGNER, Ana Paula. População no Império Português: Recenseamentos na África Oriental Portuguesa na segunda metade do século XVIII, Tese (Doutorado), Universidade Federal Fluminense, 2009,




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/aa.v0i59.25622

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


ISSN 0002-0591 (impresso) | 1981-1411 (online)