O santo de sua terra na terra de todos os santos: rituais de calundu na Bahia colonial

Elisangela Oliveira Ferreira

Resumo


Este trabalho analisa aspectos da experiência religiosa de escravos e seus descendentes na Bahia colonial a partir de documentos da Inquisição de Lisboa, notadamente denúncias reunidas nos Cadernos do Promotor. O estudo analisa, inicialmente, crenças e práticas de escravos de origem centro-africana, focando nos rituais de adivinhação, proteção e cura mediados por entidades ou espíritos ancestrais que ficaram conhecidos como calundus. Em seguida, observa como a influência africana na cultura religiosa local ampliou-se e tornou-se mais complexa na medida da diversidade étnica dos escravos incorporados pelo tráfico atlântico. Analisa a influência de tradições religiosas da África Ocidental e seu reflexo na configuração de calundus da Bahia. A metodologia adotada é o estudo de casos, a partir dos quais o artigo evidencia o papel de destaque desempenhado pelas mulheres nos rituais.

Palavras-chave


Inquisição - religiosidade - feitiçaria - calundus.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/aa.v0i54.23618

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


    Afro-Ásia. Salvador, Bahia, Brasil 0002-0591/1981-1411