A CHEGADA PORTUGUESA À COSTA OCIDENTAL AFRICANA E A IMAGEM DOS NEGROS SEGUNDO A CRÔNICA DE GOMES EANES DE ZURARA (1453)

Alisson Eugenio, Mara Lúcia de Cabral Marcelino

Resumo


O objetivo deste artigo é compreender as narrativas como uma forma de ação política, ou seja, como elas foram utilizadas como instrumento de poder; nesse caso, o poder de construir uma imagem sobre o outro e, a partir dessa construção, justificar a dominação sobre ele. Assim, analisa-se como Gomes Eanes de Zurara, autor da Crônica da Guiné, narrou o processo inicial da chegada portuguesa à costa ocidental africana e construiu uma imagem detratora dos seus habitantes, a fim de obter do papado autorização para explorar a região.

Palavras-chave: Zurara -  Crônica da Guiné - África e negros.

Abstract

The purpose of this article is to understand narratives as a form of political action, that is, how they were used as an instrument of power; In this case the power to build one image on the other and, from this construction, justify domination over it. Thus, it will be analyzed how Gomes Eanes de Zurara, author of the Chronicle of Guinea, narrated the initial process of the Portuguese arrival of the West African coast and built a detractive image of its inhabitants, in order to obtain from the papacy to explore the region.

Keywords: Zurara - Chronicle of Guinea -  Africa and blacks.

 

 

 

 


Palavras-chave


Zurara, Crônica da Guiné, África, conquista e negros.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1981-1411aa.v0i57.23250

Apontamentos

  • Não há apontamentos.