Impressos para uso em escolas missionárias: O caso de uma professora brasileira em missão protestante na Angola portuguesa

Michele de Barcelos Agostinho

Resumo


Este trabalho apresenta a personagem Celenia Pires Ferreira e, a partir da sua

trajetória, analisa a atuação de missionários protestantes em Angola e a sua

colaboração com o colonialismo português. Professora em Campina Grande,

Paraíba, e missionária da Igreja Congregacional, Celenia Pires foi para Angola

em 1929, onde permaneceu por seis anos. Em 1936, doou ao Museu Nacional

do Rio de Janeiro uma coleção de objetos etnográficos adquiridos entre os

ovimbundos, grupo com o qual conviveu enquanto esteve em missão. Dentre os

objetos doados, há algumas publicações que circularam nas escolas missionárias

do planalto central de Angola, nas décadas de 1920 e 1930, que contribuíram para

a difusão das bases ideológicas do colonialismo e que são o foco desta análise.

Palavras-chave: colonialismo - Angola - missão protestante - coleção - impressos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.